Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Vida Passa

Blog pessoal onde se abordam todos os tipos de assunto. Seja como for, todas as opiniões contam.

A Vida Passa

Blog pessoal onde se abordam todos os tipos de assunto. Seja como for, todas as opiniões contam.

30.08.13

Noites...


Andreia da Conceição Gomes
Hoje vou jantar e sair à noite com umas amigas e estamos a pensar ir para o Urban Beach (Lisboa).

Vocês já lá foram?

Gostaram? Como é o ambiente?

E quanto se paga para entrar?

Tantas perguntas :P Mas eu queria mesmo saber


28.08.13

Just...bold!


Andreia da Conceição Gomes
A regra aqui é colocar a negrito as frases com que me identifico mais...


Tenho uma cicatriz... 
Gostava que o meu cabelo tivesse uma cor diferente.
Já pintei o cabelo.
Tenho uma tatuagem
Eu nunca usei suspensórios.
Um estranho já me disse que era bonito/a.
Tenho mais de 2 piercings.
Tenho sardas.
Já jurei algo aos meus pais. 
Já fugi de casa.
Eu tenho irmãos.
Quero ter filhos no futuro. 

Tenho um emprego.
Já adormeci numa aula.
Faço quase sempre os trabalhos de casa.
Já disse "LOL" durante uma conversa... 
Ainda choro a ver filmes da Disney.
Já chorei de tanto rir...
Já rasguei as calças em público.

Tenho uma doença de nascença.
Já tive que levar pontos.
Já parti um osso.
Já fiz uma cirurgia...
Já andei de avião...
Já fui a Paris.
Já fui ao Brasil.
Já fui a Espanha. 
Já fui à Madeira.
Já fui a África.
Já me perdi na minha própria cidade.
Já fui à rua de pijama.
Dei um pontapé a um rapaz onde dói mesmo.
Estive num casino...
Gosto de jogar verdade ou consequência...
Já tive um acidente de carro.
Já fiz Skype com alguém muito especial.
Já entrei numa peça de teatro... 
Já me sentei num telhado à noite.
Costumo pregar partidas às pessoas.
Já andei de táxi. 
Já comi sushi.
Já tive um encontro às cegas.
Sinto falta de alguém neste momento.
Já beijei um pessoa com mais 8 anos do que eu.
Já me divorciei.
Já gostei de alguém que não sentia o mesmo que por mim. 
Já disse a alguém que o amava, quando não era verdade.
Já disse que a odiava, quando na verdade a amava.
Já tive uma paixão por alguém do mesmo sexo.
Já me apaixonei por um professor.
Já me beijaram à chuva.
Já beijei um estranho.
Fiz algo que prometi não fazer.
Já saí sem os meus pais saberem.
Já menti aos meus pais acerca do sítio onde estava. 

Tenho um segredo que ninguém pode saber...
Já fiz batota...
Copiei num teste... 
 Passei um semáforo vermelho.
Já fui suspenso da escola.
Já testemunhei um crime.
Estive preso.
Já consumi álcool.
Bebo regularmente.
Já desmaiei de tanto beber.
Estive bêbado pelo menos uma vez nos últimos 6 meses.
Já fumei ganza.
Já tomei drogas fortes.
Consigo engolir 5 comprimidos de uma vez sem problemas.
Já me diagnosticaram uma depressão.
Tenho problemas de ansiedade diagnosticados.
Grito com os outros quando estou enervado.
Tomo antidepressivos...
Sofro/sofri de anorexia ou bulimia.
Já me aleijei de propósito.
Já acordei a chorar.
Tenho medo de morrer.
Odeio funerais.

Já vi alguém morrer.
Alguém que me era querido suicidou-se.
Já pensei em suicidar-me. 
Tenho pelo menos 5 CD´s... 
Tenho um iPod.
Já comprei alguma coisa pela net. 
Canto bem. 
Já roubei um tabuleiro de um restaurante de fast-food...
Eu vejo o noticiário.
Não mato insectos. 
Canto no duche.
 Acedo à net pelo meu telemóvel..
Ando no ginásio.

Sou fanático por desporto.
Cozinho bem.
Já fui de pijama para a escola.
Sou capaz de disparar uma arma.
Amo amar...
Eu ja exkrevi axim.

 Eu riu-me das minhas próprias piadas. 
Todas as semanas como fast-food.
Acredito em espíritos. 
Já fui para um teste sem estudar e tive boa nota.
Sou muito sensível. 
Adoro chocolate branco.
Tenho hábito de roer as unhas...
Sou bom a decorar nomes.
Associo músicas a pessoas/momentos...


Vejam lá se estou muito mal xD
26.08.13

Déjà vú


Andreia da Conceição Gomes
Sabem aquele momento em que temos o chamado "Déjà vú"?

Vocês não se sentem super estranhos quando acontece?

A mim acontece-me várias vezes e sinto-me muito esquisita... Como se não fizesse parte da cena e vejo tudo desenrolar-se à minha volta.


25.08.13

Pensar...na vida


Andreia da Conceição Gomes
Alguma vez vos aconteceu pararem para pensar na vida e perceberem que em todos os anos da vossa existência não vos aconteceu nada de realmente bom?
Com isto quer dizer algo que tenha sido bom quando aconteceu, mas que não tenha sido só nesse momento... Algo que ainda tenha ligação com o presente. Por exemplo, fazer um amigo que hoje ainda mantém tal como era antes. Será que me estou a fazer entender?
Então, eu dei por mim a pensar na minha vida... Estive a remexer nas memórias para tentar encontrar alguma coisa que ainda permanecesse e que fosse realmente boa. Bem, não encontrei nada assim.

Vejamos: encontrei amigos que foram muito importantes num certo momento da minha vida e para quem eu acredito que também fui importante...Mas que agora mal nos falamos, não sabemos o que se passa na vida de cada um e nem sequer sabemos se o outro está bem.
Amigos destes (sim, continuo a chamar amigos porque na altura foi isso que foram...) lembrei-me de imensos! Numa escola, depois noutra, e ainda outra, depois na faculdade em Braga...

Encontrei também amigos que ainda se mantém...mas com quem mal falo ou porque trabalha, ou porque vive para o namorado e, por isso se eu a convidar para alguma coisa e ele não quiser ir, eles não vão, ou porque estuda longe e, mesmo eu lembrando-me dele, não sinto essa "lembrança" retribuída...
Acabamos por sobrar eu e a M*, que estuda comigo agora e já estudava comigo no secundário e, por isso, continuamos amigas. E, em algumas alturas, contamos com a S*, mas ela trabalha e nem sempre os horários e o tempo disponível são compatíveis...
Depois encontrei o atual "círculo social". São pessoas da faculdade onde estudo agora... Mas que não estão disponíveis, ou não vão porque outra vai ou não vai... Ou eu mando mensagem para ir sair e nem me respondem.

E tenho o M*...que tem a vida dele e os amigos dele e não tem que me aturar... Falamos só de vez em quando. Mais nada.

Eu queria sair, queria divertir-me, conhecer novas pessoas e formar um novo grupo de amigos! Mas como? 
A realidade é que, quando pensamos em ir a algum lado e em quem convidar já sabemos que não teremos ninguém disponível.
Será que somos nós que afastamos as pessoas por alguma razão que ainda não percebemos?
Só sei que precisava mesmo de conhecer gente! Gente divertida e com espírito jovem, mas com a cabecinha no lugar e com conversas inteligentes. Tenho dito!
Vocês têm sugestões em relação a isto? É que começo a ficar cansada... E a sentir-me sozinha...


Pág. 1/2